05/05/2011

as minhas alfazemas...

Em tempos tive uma alfazema de um significado muito especial. Coisas de afectos.
Durante anos a alfazema cresceu, cresceu sem nunca dar flor; até um ano em que floriu de tal forma que serviu para enfeitar todas as jarras da casa.
A seguir a essa intensa floração, morreu! nunca mais deu folha ou flor. Achei que era uma mensagem divina.
O ano passado comprei um pequena alfazema, não para substituir a outra, porque na vida florística, tal como na vida pessoal, uma flor não substitui  a outra. uma nova planta é  uma outra etapa...
Mas voltando à pequena alfazema... reproduziu-se de tal forma que todo o quintal está coberto de alfazemas floridas. parto uma pernada, espeto num vaso, numa floreira ou num outro canteiro e, passado pouco tempo lá está a lavanda a florir-
Já dei a algumas pessoas e todas pegaram. Era especial esta pequena alfazema.


As lavandas (populamente conhecidas como alfazemas) são plantas do gênero Lavandula, filo Magnoliophyta, da família Lamiaceae. São pequenos arbustos, perenes, incluindo também as anuais e os subarbustos. O nome é mais frequentemente usado para as espécies do gênero que crescem como ervas e para ornamentação. Destas as mais comuns são a lavanda inglesa e a Lavandula angustifolia (L. officinalis). As espécies ornamentais geralmente são as L. stoechas, L. dentata, e a L. multifida. Informação daqu

ALFAZEMA A erva do sistema nervoso
USO MEDICINAL:A alfazema é usada para restabelecer o fluxo menstrual. É calmante e alivia as dores de cabeça. óptima para quem tem enxaquecas, se usada em tratamento constante. Alivia o coração, é boa para hipocondria e  tonturas decorrentes de abalos nervosos.
USO ENERGÉTICO: A alfazema é perfeita para quem vive perseguindo seus ideais e não consegue concretizá-los. A pessoa tem um sentimento constante de fracasso e julga que nada que faz dá certo. É a erva dos deprimidos e tristes, que não se acreditam, e por isso mesmo deixam que qualquer empecilho frustre seus ideais. Pode ser usada também para ajudar pessoas imaturas, infantis, e que sempre estão vendo a vida por seu próprio prisma.

5 comentários:

Lilá(s) disse...

Também tenho uma relação muito especial com elas, as minhas este ano ainda têm pouca flor. Adoro-as
Bjs

Rosa dos Ventos disse...

Gosto de alfazema!
Não tenho essa planta no meu jardinzinho...
Mas houve sempre e ainda há uma num dos canteiros do quintal da minha sogra...que agora é de uma cunhada!

Abraço quase perfumado pela imagem

Justine disse...

Não podes abrir uma "banquinha" para venderes pernadas dessa alfazema prolífera? É que as minhas são tão parcas...:))))
E obrigada pelas informações, só lhe tenho "usado" o perfume e a beleza...

Eva Gonçalves disse...

Na quinta dos meus pais, havia imensa alfazema e todos os anos, apanhavamos e deixavamos secar... ainda agora, quando há paciência... :)é que sou alérgica e tem de ser de máscara e mesmo assim! :) Mas adoro todas as flores dessa cor.... beijinho

Rita Norte disse...

Gosto muito de alfazema, acho que é uma planta que tem algo de especial.