11/05/2010

Como imaginavam, em 1910, a vida no ano 2000

A "Biblioteca Nacional" francesa tem uma interessante colecção de gravuras de 1910 sobre como seria a vida no ano 2000…
Os sapatos tinham motor...
Os barbeiros eram robots...

Os carros voavam...
Existiriam videoconferências..
Nas obras, não haveria operários, só robots...

Haveria "drive-ins" para "carros voadores"...

Os alunos não teriam livros, mas sim audiobooks, se o
professor o quisesse (olhe para a cara do auxiliar…)

Os bombeiros voavam...
 fazer roupa, seria facílimo!…
As mensagens seriam fonográficas...
Os jornais seriam ouvidos, em vez de lidos...

16 comentários:

continuando assim... disse...

´fantástico!

bj
teresa

lis disse...

estamos quase chegando lá ...dessa coleção ficou faltando pouco -carros voadores nao vai dar certo !!rsrs
muito interessante !
abraços

Justine disse...

Que interessante! E que belas, as ilustrações!
Obrigada, não conhecia esta "ficção científica":))

Rosa dos Ventos disse...

Subscrevo o comentário da Justine.
Fantástica esta "aproximação"...

Abraço

MagyMay disse...

Deliciei-me!
Lindas as ilustrações... e com previsões fiáveis.

Lilá(s) disse...

Já conhecia estas ilustrações, são realmente fantásticas!
Bjs

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Adorei! São realmente fantásticas as ilustrações e vale a pena determo-nos um bocado sobre elas.

Carlos Pires disse...

Interessante. O futuro imaginado no passado talvez diga mais acerca do passado do que do próprio futuro.

"Roubei-lhe" algumas imagens para um post sociológico.

Há.dias.assim disse...

continuando assim,
também achei fantástico.
Bom fds

Há.dias.assim disse...

Lis,
espero que os carros voadores ainda demorem...

Há.dias.assim disse...

Justine,
recebi por mail e fiquei encantada.
bjs

Há.dias.assim disse...

Rosa dos ventos,
o máximo, sem dúvida.
Bjs

Há.dias.assim disse...

MagMay,
Quem diria, não é?

Há.dias.assim disse...

Lila,
:)

Há.dias.assim disse...

Carlos,
os pormenores são fantásticos.
Bom fim de semana

Há.dias.assim disse...

Carlos Pires,
use e abuse, não são minhas. recebi-as por e-mail.