10/06/2010

Pessoas e etc.

FLORES Á JANELA
imagem daqui
Há uma certa tendência para nós humanos acharmos que a nossa forma de ver e viver a vida é  a mais correcta. Talvez eu seja uma dessas pessoas, muito embora julgue que não, mas pondo essa hipótese, talvez...
Porém, há coisas que assisto e me deixam atónita. Algumas terei razão outras, quiçá, serão embirração minha ou mesmo falta de tolerância.
Por exemplo:
Tenho uma grande curiosidade em conhecer a pessoa que todos os dias deixa o lixo por baixo da minha janela., todos!
Dirão vocês, a senhora está  atrasada para apanhar o autocarro e não há contentor do lixo...(Não tinha desculpa na mesma, quanto muito deixasse ao pé da sua porta...). Não, não é nada disso, vou desenhar:
Distância da minha janela à paragem de autocarro onde estão 3 contentores: 15m.Distância aos contentores para quem optar descer as escadas: 20m.
Distância aos contentores para quem quiser atravessar para o outro lado da rua na passadeira: 10metros.
Ora digam lá se não é de nutrir uma enorme admiração por esta pessoa? se por acaso ela é leitora deste blogue, deixo o seguinte recado: não estou zangada, apenas pasma e gostaria muito de conhecer quem é capaz de fazer tal coisa.
Outro exemplo:
Gosto muito de ir beber café aqui ao lado da porta, em frente à paragem de autocarro.
Eu e muita gente, para bem do dono. O café é bom, e tudo o que lá está cheira a caseiro, até poderia entrar para a listas dos locais com estrelas não sei do quê...
Ao fim-de-semana tomo café um pouco mais tarde e sempre que o faço arrependo-me. Porquê? estarão vocês a pensar, esta deve ter cá um mau feitio...
Também é verdade, mas o que me irrita, e este sim é o termo é porque carga de água o senhor F. escreve letreiros para tudo "bolos caseiros, jeropiga caseira, telefone para uso da casa; pão de soja muito bom para o colesterol; dia 31 de Dezembro o café é sempre grátis,..."  não é capaz afixar um que diga " É proibido sentar as crianças ao balcão, penteá-las, por ganchos e etc.". Não é por nada é que os bolos estão mesmo ali ao lado...  e como pedir não custa deixo mais este:  "por favor, não escolher, usando as mãos, o bolo e o pão que quer..."
Há outras situações que me pasmam mas hoje fico-me por aqui...
Um bom feriado!

16 comentários:

JPD disse...

Sabemos, por experiência que o que mais facilmente acalentamos, corresponde, regra geral, ao que foi por nós pensado.

Sabemos também o que é recomendável e ponderado é -- Se possível -- praticar o contraditório, confrontar com outros o que pensamos.
Se não for possível nem conveniente, seguir em frente.

Quanto à janela, duas hipóteses prováveis:
Haverá uma senhora zangada contigo;
Terá morado alguém nessa casa que teve problemas com a senhora e esta desconhece que és tu que ocupas a residência.
Solução: surpreender rapidamente a senhora, fotografá-la com o Telemóvel e encerrar o assunto.

Gestos e atitudes dos comerciantes e clientes em excesso de confiança, há por aí um mundo de más atitudes incompreensível vasto.

Bjs

Justine disse...

Longo caminho ainda a percorrer por muito boa gente, até que saibam viver civilizadamente em sociedade...
Não é mau feitio, garanto-te:))

papoila disse...

Uma vez que vais ao Café todos os dias, não poderás falar com o dono e pedir-lhe para ele escrever mais um "recadinho" « por motivos de higiene, não é permitido sentar crianças ao balcão»???? è que ele até pode dizer que os outros clientes não gostam....
Quanto ao lixo....experimenta deixar lá um cartaz. POR FAVOR O LIXO É PARA POR NO CONTENTOR!
Pode ser que ela ao ler se sinta envergonhada de lá deixar!!
xx

MagyMay disse...

Ó Há tu não te zangues comigo mas há cada triliar na nossa vida que por vezes há que lhe pôr alguma dose de bom humor (e já lá vão três "há" e o meu bom humor com estas "coisas" também é tipo comboio mas cá vai...)

- Presentinho todas as manhãs debaixo da tua janela e cheiroso...só tu premiada!!!
- Que melhor brejeirice que mão no bolo, sapatinho no balcão e cabelinho de inocente como brinde? É o pulsar do pedacinho cultural...

Bom fim de semana

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Preocupam-se mais com o fumo do que com a higiene, é o que é...

Lilá(s) disse...

Hehehe, sou uma sortuda! nada debaixo da minha janela e tudo normal no café onde paro todos os dias...assim não consigo fazer um post com a piada deste!
Bjs

Ana Paula Sena disse...

Há coisas de pasmar, oh se há!

Apesar de tudo, gostei muito de ler este dia assim :)

Beijinhos "há dias".

lis disse...

Oi amiga
Achei muito interessante o seu jeitinho
de expor coisinha tão irritante! rs
tão bom se a leitora estivesse também a ler ! quem sabe se tocaria da santa burrice que "inadvertidamente" pratica?
Tambem fico pasma com tanta coisa aprendi a deixar pra lá... infelismente. Isso se quiser viver um pouquinho mais, sem problemas no coração rsrs
beijinhos

Há.dias.assim disse...

JPD
Talvez não estejas muito longe da verdade.
quando fui administradora fiz uma tabela para que todas as semanas o caixote do lixo fosse lavado. uma das inquilinas, acha que é desonra lavar o balde do lixo. Disse então que colocaria o lixo em outro balde qualquer de um outro qualquer vizinho de outro prédio. Segundo a actual administradora é ela que deixa o lixo à porta. Como não vi, fico na dúvida...

Há.dias.assim disse...

Justine,
ui, ui, a quem o dizes...
Bjocas

Há.dias.assim disse...

papoila,
já pedi, mas ele tem receio de fragilizar a cliente pois ela é a única que o faz....

Há.dias.assim disse...

Magy
este fim de semana não houve lixo para ninguém...

Há.dias.assim disse...

Carlos,
acho que depende...

Há.dias.assim disse...

Lila,
com uma nome de jacarandá, não há hipótese de acções que não sejam agradáveis...
:)

Há.dias.assim disse...

Obrigada Ana Paula.

Há.dias.assim disse...

Lis,
já não me irrito...